terça-feira, 6 de abril de 2010

Vamos nutrir e alimentar nosso casamento?



"Construindo seu casamento em 10 passos"

“Aprenda com um especialista em relacionamentos, como sobreviver às crises no casamento e alcançar o tão sonhado “felizes para sempre”

O cotidiano agitado das pessoas, aliado a grande facilidade de obter o divórcio, segundo dados de pesquisa, no Brasil a cada 4 casamentos, ao menos um acaba em divorcio, com um agravamento, em média, a duração do casamento dos brasileiros é de apenas cinco anos, três vezes menor do que há dez anos.

A grande realidade é que nem sempre o casal está disposto a investir TEMPO e MUDANÇA no casamento. Segundo relatos, após o casamento o romance esfria, a vaidade diminui e a conquista, em alguns casos, acaba na chegada da lua-de-mel.

De acordo com o terapeuta de casais Dr. Silmar Coelho, quatro principais fatores indicam uma crise iminente no casamento:

- Ausência de diálogo
- Discussões constantes
- Cobrança e apontamento constante de erros
- Desprazer da vida sexual

“O Titanic afundou por várias razões, a principal foi que seu capitão não ouviu os seis sinais de alerta, que diziam que as águas do norte estavam geladas e havia icebergs; ele teimosamente não mudou o rumo para o sul, nem diminuiu a velocidade. A vida emite sinais de alerta o tempo todo: ultrapassar o limite do cartão de crédito é sinal de endividamento, o carro que não pega pela manha e precisa ser empurrado é sinal que ele vai te deixar no meio da estrada, a febre alerta para uma infecção e assim por diante. A crise no casamento é até certo ponto benéfica, ela avisa que algo está errado e que o rumo precisa ser corrigido”, ensina Silmar.

Quanto ao sonho do viver feliz para sempre, Silmar alerta que ele só pode ser alcançado quando o casal dá atenção aos sinais e corrige a trajetória, “ o casamento geralmente acaba pela teimosia de querer fazer as coisas sempre do mesmo jeito”, explica.

Para ter um casamento pleno, as crises são necessárias, são elas que vão servir como termômetro para o casal medir a quantas andam o relacionamento. De acordo com Silmar, um relacionamento que dá certo é um edifício que tem que ser construído todos os dias, sendo assim, acompanhe os 10 passos que o especialista desenvolveu para construir um casamento feliz.

1. Nunca se endivide. Tudo que é barato, por mais barato que seja, se você não precisa...torna-se caro.
2. Não deixe acabar o diálogo. No namoro o casal conversa por horas no portão ou pelo telefone, recupere esse hábito sempre. Não responda com monossílabos: sim, não, é, “tô”, “ta”, vou, é, etc.
3. Não deixe acabar o romantismo. Não basta acender a fogueira, tem que colocar lenha para o fogo continuar a arder.
4. Não se esqueça de datas especiais.
5. Não se canse de dizer “eu te amo”.
6. Tenha uma vida sexual ativa.
7. Deixe claro que família está sempre em primeiro lugar na sua vida.
8. Aprenda a perdoar. Não exija a perfeição que você não tem.
9. Não trabalhe demais. Tire pelo menos um dia por semana. Faça “breaks”(Paradas) a cada três meses. Tire férias. Lembre-se: o diabo não tira férias, mas vive no inferno.
10. Cultive a espiritualidade.
“Quem age motivado pela ira, mentira, amargura, irritabilidade e infidelidade, JAMAIS É FELIZ. É a paz que alicerça o amor e não a ira. É a verdade que promove a confiança e não a mentira. É o perdão que traz a reconciliação e não a amargura. É a sensibilidade que permite o diálogo e não a irritabilidade. É a fidelidade que garante que o relacionamento será capaz de durar até a morte e não a infidelidade. Esquecer essas verdades é um convite ao fracasso”, adverte o especialista.

De assessoria de Imprensa

2 comentários:

Suzana Bittar disse...

Amei o artigo, muito bom, vc está de parabéns amo seu blog!!!bjo

Elisabete Affonso disse...

hummm menina tbém adoro festa junina!!!!
vc já me dexou com uma vontade danada, obrigada por tantas dicas maravilhosas,vou colocar algumas no meui blog, claro com seus devidos créditos,, beijinho linda, é por isso q amo passar por aqui, srsr