segunda-feira, 9 de agosto de 2010

PROFESSORAS VISITANTES...UM MODO DE VIDA!!

Olá meninas!!
Tenho nos últimos dias pesquisado bastante sobre o programa de professoras visitantes. Encontrei este artigo de janeiro de 2010, publicado no jornal CHURCH NEWS, e estou dividindo com vocês as palavras da presidente geral da sociedade de socorro... a JULIE B.BECK.
Ela fala bastante sobre uma professora visitante saber MINISTRAR, e fui no guia de estudos das escrituras e peguei o conceito geral, que me ajudou a entender que ministrar é muito mais que ensinar ( guia das escrituras página 141-MINISTÉRIO). Se desejarem, dêem uma olhadinha também...
Bom,que este artigo possa inspira-las e ajuda-las ,como ajudou a mim!


Imagem: www.rockbridgeweekly.com

Certo bispo falou recentemente à Irmã Julie B. Beck sobre um problema que ele tinha em sua ala. As mulheres não sabem ensinar, disse ele a presidente geral da Sociedade de Socorro. Isso era óbvio, ela continuou, pois apenas 10 por cento da Sociedade de Socorro estava completando sua visita a cada mês.

Photo by Rod Boam

Telma Teters ouve uma mensagem de professoras visitantes dada por Arcely Carius e Meji Dina do Utah Hyrum espanhol Branch.

A Irmã Beck aceitou participar de uma reunião da Sociedade de Socorro da ala e ver se podia descobrir a causa do problema. (...)

Instantaneamente, a irmã Beck reconheceu o que estava acontecendo. "Vocês não tem um problema de ministério", disse ao bispo. "Vocês tem um problema de organização."

Ela se perguntava se as mulheres tinham sido chamadas corretamente, e se elas foram ensinadas sobre a importância de ser uma professora visitante. Ela se perguntava se elas entendiam que não têm outras responsabilidades fora da sua família, que elas poderiam fazer tão bem como ser uma professora visitante.

Foto por Rod Boam


O problema... disse ao bispo, acabaria se o ala fosse centrada nas pessoas, em vez de porcentagens.

Em recente reunião, onde se reuniu para discutir a importância do programa de professoras visitantes, a Irmã Beck disse que o objetivo deste inspirado programa é ministrar, vigiar e dar reforço ao dia-dia das irmãs santo dos últimos dias. O programa de professoras visitantes é uma das melhores formas de cumprir nossas responsabilidades ao longo da vida, e para aumentar a nossa fé e retidão pessoal, fortalecer as famílias e casas e procurar e ajudar aqueles em necessidade", disse ela.

"As habilidades de liderança que você precisa :

Você precisa saber ministrar! isso é o que você precisa para ser um professora", disse ela. "Essas são as habilidades de Cristo. Essas são habilidades de liderança que o Salvador possuia. Ele sempre foi um professor, Ele sempre foi um ministro."

Em essência, ela continuou, as professoras visitantes têm duas responsabilidades principais:

Ensinar e ministrar.

A maioria das mulheres na Igreja entendem a parte de ensino. Visitando uma irmã com uma lição a cada mês "é o ensino, mas não é sempre ministério."

Às vezes, em vez de uma visita, uma irmã precisa de uma refeição extra ou alguém para cuidar de seus filhos por uma hora. Às vezes, uma irmã precisa de uma flor, uma nota ou um telefonema ou um convite para ir a um evento social. Às vezes, uma irmã precisa de "alguém que apenas procure saber se a sua família tem gripe."

O programa de professoras visitantes é muitas vezes difícil, porque não é algo vistoso, a irmã Beck continuou, Ser professora visitante é o melhor trabalho que você faz, mas que ninguém conhece. Você ganha pontos apenas no céu."

Photo by Rod Boam

Aprender como ministrar é importante para o sucesso como professora visitante.

Irmãs se preocupem com o que elas devem informar, acrescentou. Elas devem apresentar um relatório sobre o contato espiritual e temporal do bem-estar das irmãs. A maioria das pessoas quer obter somente” pontos aqui na terra", então elas relatam que a cada mês fizeram a sua visita e acreditam que seu trabalho está feito. "Mas é o trabalho de professoras visitantes é o lugar onde você deve desejar “pontos no céu”. Isso é entre você e Deus. Ele não está aqui, assim você cuidar das irmãs para ele."

Na realidade, disse ela, A visita de professoras visitantes nunca é concluída. É mais um modo de vida que apenas uma simples tarefa.

"Algumas irmãs dizem: 'Vou enviar a lição via e-mail ou eu vou por no correio a lição", ela disse. "Não há substituto para um abraço, para um contato pessoal, não há nenhum substituto para isso.

"Isso pode ser feito na igreja. Pode ser feito em sua casa. Mas não há substituto para um contato pessoal. É aí que as pessoas sabem que você se importa com elas."

Além disso, disse a irmã Beck, as mulheres nem sempre podem escolher com quem elas irão servir e para quem irão fazer as visitas. "E isso está certo, disse ela.

"Se você não amam sua irmã, então ore para amá-la. Esta é uma daquelas coisas que fazemos com a nossa fé. Mostramos que acreditamos em Cristo e seu evangelho e no seu caminho, fazendo uma coisa que nos dá a oportunidade de agir como Ele, e fazer como Ele fez. "

Muitas vezes as companheiras têm dificuldade em trabalharem juntas, porque os horários não coincidem, continuou a irmã Beck. "Então, as professores visitantes precisam trabalhar juntas para encontrar maneiras inspiradas para cuidar de suas irmãs. Talvez seja uma delas visitando e a outra fazendo outra coisa."

O importante é que elas funcionem "como uma dupla para cuidar das pessoas. Isso pode ser diferente de se visitar em dupla".

Parceiras terão de buscar inspiração de como elas poderão trabalhar juntas. "Isso não significa que você precisa colocar uma saia e ir com sua companheira e sentar na primeira semana do mês e ler toda a revista. Você trabalha com a sua companheira para lhe fazer saber como você está indo para cuidar e reforçar a sua irmã, como você está indo para ensinar e ministrar-lhe naquele mês "

Às vezes, uma mulher terá de assumir a liderança, porque o programa de professoras visitantes é também o lugar onde as irmãs podem cumprir a responsabilidade ensinadas em Doutrina e Convênios 84:106: Aqueles que são fortes pode levar consigo aqueles que precisam de reforço.

Presidências da Sociedade de Socorro e professores visitantes devem seguir as políticas estabelecidas pela Primeira Presidência do trabalho em duplas que são aprovado. (Visitas com grupos de ensino, em que várias irmãs se reúnem não são aprovados.) Em essência, o propósito da Sociedade de Socorro, conforme estabelecido pelo Senhor é para prepararem as mulheres para as bênçãos da vida eterna. Convidar professoras visitantes é parte essencial, ela disse.

"Temos uma filha que não viveu perto de nós, então eu realmente confiava nas visitas das professoras visitantes para cuidarem dela", disse Irmã Beck, observando que a filha teve vários filhos na hora em que a Irmã Beck estava servindo em posições de líder geral na igreja.

Uma vez esta filha estava em uma ala nova, esperando um bebê e ela e alguns de seus filhos ficaram muito doentes. O marido dela estava fora da cidade e ela estava sozinha em uma situação difícil. A presidente da Sociedade de Socorro encontrou a família com uma grande necessidade de ajuda. A filha da irmã Beck confessou que não sabia a quem pedir ajuda. A presidente da Sociedade de Socorro procurou saber se as visitas das professoras visitantes foram feitas de modo correto, e ela estava triste em ver que o cuidado não tinha ocorrido.

"Deixe-me adivinhar," disse a filha da irmã Beck a presidente da Sociedade de Socorro ", você está tentando me corresponder com uma amiga. Mas o que eu mais preciso no momento é de uma avó. Eu posso fazer meus próprios amigos."

Assim, disse a irmã Beck que foi atribuído a sua filha, uma mulher que veio e brincou com os filhos pequenos de vez em quando, e estava disposta a cuidar de uma criança, enquanto o outro foi para o médico. Ela apareceu algumas vezes com alimentos sem aviso prévio. "Ela fez coisas que eu teria feito se eu morasse perto dela", disse a irmã Beck. "Não foi todos os dias a ajuda, mas só estar em sintonia com o Espírito e consciente das necessidades, foi importante. Fiquei tão grata por ela possuir uma professor visitante,e por ministrar-lhe por inspiração e ensiná-la."

Por sarah jane weaver

Publicado em 09 de janeiro de 2010

Fonte: www.ldschurchnews.com

Aqui na minha estaca temos vivido alguns problemas na entrega dos relatórios das duplas de professoras visitantes. Gostaria muito que vocês comentassem como tem funcionado esta parte do programa em suas alas alas ou estacas.

Acredito que possamos trocar idéias, e ajudar umas as outras...

Obrigada por tudo,


5 comentários:

araujoalaitinga disse...

OLá, você não me conhece mas no seu blog encontrei algo que preciso pra minha ALA, obrigada por estar ai compartilhando o conhecimento e ajudando líderes, como está me ajudando.
Visite meu Blog que é bem recente se puder...
Inclui essa PERFEITA mensagem nele.
Bjo Tati

kakau cavalcanti disse...

Tati querida...
Você não pode imaginar como os comentários de pessoas tão especiais como você tem me ajudado a continuar!
Obrigada pelo carinho e atenção!
Muitos beijinhos,
Kakau

Anônimo disse...

oi kakau sabe preciso mesmo sabe como conseguiu este artigo da julie b. beck falando sobre professoras visitantes pois fui dar um treinamento usando este texto que vc postou mas muitas irmas ficaram escandalizadas pois acharam que esta ensinando um novo modo de fazer visitas sozinhas coisa que nao é certa fazer somente devido a presidente beck falar queas vezes as companheiras nao tem tempo entao pode uma visitar e a outra ajudar em outra coisa.
bom agora tenho que pegar a fonte desse artigo e tentei achar no site que vc postou mas nao consegui ah e vc mesma traduziu ou tem tbm em portugues?

kakau cavalcanti disse...

Minha linda...vc deixou o comentário,mas não deixou seu nome e email...como posso ajuda-la?
Entre em contato comigo,viu?
bjim,

educaneuro disse...

Querida irmã, seu blog é muito precioso, obrigada por compartilhar o evangelho de forma tão rica e amavél!